CHEFE RUIM PODE ADOECER FUNCIONÁRIOS

13/03/2017

chefe-mandao

Foi publicado no LinkedIn, um artigo onde o  médico, escritor e Influencer Travis Bradberry aponta que um chefe ruim pode fazer tão mal para a saúde dos funcionários quanto cigarros.

E, quanto mais tempo uma pessoa passar trabalhando para alguém que a deixa infeliz, maiores serão os danos para sua saúde mental e física.

Dados da Associação de Psicologia dos Estados Unidos, publicados no artigo da revista Quartz revelam que 75% dos trabalhadores americanos consideram seus chefes a maior razão de estresse no trabalho. Contudo, 59% dessas pessoas não largariam o emprego, mesmo infelizes.

As pessoas acabam arrumando uma maneira de se conformar com seus empregos e isso faz com que a decisão de pedir demissão e sair em busca por um ambiente de trabalho mais saudável seja ainda mais postergada.

Pior que cigarro

Pesquisadores da Harvard Business School e da Universidade de Stanford, ambas nos Estados Unidos, reuniram dados provenientes de mais de 200 estudos e chegaram a conclusão que estresses simples e cotidianos no trabalho podem fazer tão mal a saúde como a exposição a quantidades consideráveis de fumaça do cigarro de outras pessoas.

A principal razão número causadora de estresse no trabalho, o medo de ser mandado embora, pode aumentar em até 50% os riscos de problemas de saúde. Já um cargo que exige do funcionário mais do que ela/ele pode oferecer aumenta em 35% o risco para a saúde.

Mas, o que fazer?

Sabemos que em muitos lugares existem chefes realmente ruins, mas o problema pode ser também um caso de mera afinidade. Mas como saber em qual situação você se encaixa?

Preste atenção, pois chefes ruins são geralmente verbalmente agressivos, narcisistas e podem até se tornar violentos. Usam frequentemente frases típicas como: “Aqui nada funciona se eu não estiver por perto!”, “Nós sempre fizemos assim!” ou “Agradeça que você tem um emprego.”

Largar o emprego e começar tudo de novo, não é uma decisão fácil de se tomar, mas é preciso ter motivação para trabalhar e convenhamos, quem se encontra em uma situação dessas, não tem motivação nenhuma, ela desaparece totalmente. Mas, calma! Existem algumas dicas para sobreviver essa fase de crise profissional:

1.Faça uma lista de tarefas e objetivos para o seu dia de trabalho. Cada vez que completar algum item da lista, risque-os. A sensação de ter conseguido realizar alguma coisa, mesmo em um ambiente hostil, vai te ajudar a seguir em frente;

2.Desligue-se nos finais de semana. Não cheque e-mails, nem mensagens do trabalho. Passar um tempo sem pensar no trabalho pode te ajudar a recarregar as baterias.

E se nada disso resolver e/ou amenizar o problema, cabe você avaliar melhor se vale mais a pena manter o emprego ou sua saúde.

Cuide-se bem!

Fonte: Psicologias do Brasil



Tags: Dicas

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com