Googlefeed_chamada

A Google transformou o aplicativo de buscas em um feed de interesses pessoais. Com isso, passará a exibir notícias, vídeos e alertas de algum assunto relevante ou popular em algum local próximo ao usuário ou no mundo.

A novidade chegou nos EUA para os sistemas iOS e Android e por aqui, no Brasil, está programada para chegar dentro de duas semanas.

Com histórico de fracasso no Orkut e  Google+, o objetivo da empresa agora é apostar naquilo que dá certo: o seu buscador e, faz parte dessa aposta, aposentar de vez a marca Google Now, transformando o app em uma plataforma ampla e inteligente que, além de oferecer respostas para aquilo que você procura, usará o seu histórico para oferecer conteúdos de seu interesse.

Conteúdo personalizado

Segundo uma postagem do o vice-presidente da Google Shashi Thakur, no blog oficial da companhia,  “Quanto mais você usa o Google, melhor o feed será e, conforme o mundo e os seus interesses mudam, o seu feed crescerá e evoluirá junto com você”. Para ele, o novo app é um organismo vivo.

A ideia por trás dessa novidade é relativamente simples: a empresa empregará aprendizado de máquina e inteligência artificial para que uma série de algoritmos aprenda alguns de seus hábitos de uso do buscador a fim de manter seus interesses na hora de oferecer conteúdo.

Tudo isso se dará de forma avançada, com os temas de seu maior interesse ganhando mais destaque do que outros menos relevantes.

Com cara de rede social (mas sem amigos)

A partir de agora, você pode seguir alguns de seus principais interesses a fim de personalizar ainda mais a experiência com o aplicativo.

Basta realizar uma busca e você verá a opção “Seguir” em determinados resultados. Feito isso, novidades sobre o assunto em questão, começarão a aparecer em destaque no feed. Para aqueles que já usavam o Google Now, isso será como uma evolução dos “interesses” que poderiam ser definidos na personalização do aplicativo. A diferença é que agora, tudo ficou ainda mais simples e prático de ser definido.

Apesar de parecer uma rede social (embora sem amigos), as informações ficarão disponíveis somente para você. O que não acontece, por exemplo, no Facebook, onde seus amigos podem ver as suas curtidas. No app Goocle, seus interesses ficam restritos a sua própria conta.

Várias perspectivas e fatos verificados

O comprometimento do novo app Google é com a multiplicidade de perspectivas sobre um determinado tema e também, com a verificação dos fatos. O que terá um efeito prático bastante grande em relação as notícias falsas na internet.

“Para oferecer informação de diversas perspectivas, os stories de notícias podem ter múltiplos pontos de vista de várias fontes, bem como outras informações e artigos relacionados”, informa Thakur. “E, quando disponível, você poderá verificar os fatos e ver outras informações relevantes para ajuda-lo a ter uma compreensão mais holística sobre os tópicos no seu feed.”

Será que desta vez dará certo? Parece bem interessante!

Fonte: Tecmundo