EM TEMPOS DE CRISE, APRENDA A CONTROLAR O MEDO DE SER DEMITIDO

05/10/2017

_97523815_5695a450-aa45-4868-a858-72adc4e940fc

Ouvir que fulano foi mandado embora aqui, que uma empresa fechou acolá, causa um certo desconforto ou até mesmo um tremendo pânico, o que não é de se estranhar, diante do cenário em que estamos.

A assustadora possibilidade de ser demitido, gera um grande medo e isso acaba piorando as coisas. Junto com o medo, vem a insegurança, que acaba trazendo com ela a falta de atenção, afetando em cheio a sua produtividade e pior, a saúde, que também sofre quando o corpo vive em estado de alerta. Mas é possível amenizar toda essa tensão, fazendo uso de algumas maneiras efetivas de como lidar com esse medo.

Marque uma reunião de feedback – Líderes não falam abertamente sobre as decisões da empresa, então, esqueça a ideia de perguntar diretamente ao seu gestor. Conversar sobre a qualidade do seu trabalho e como deve melhorar os seus pontos fortes. Isso não garante o emprego, mas dependendo do feedback, ajuda a acalmar o coração.

Trabalhe bem, mesmo com medo – Ao trabalhar bem, você deixa a sua marca na organização. Não que isso vá garantir sua permanência vitalícia, mas oferecer sempre o seu melhor, pode resultar em boas recomendações, além de deixar as portas abertas na mesma empresa, caso o pior aconteça.

Desabafe – Converse com alguém de sua confiança sobre seus medos – mesmo que seja com alguém de fora da empresa – , isso ajuda a eliminar a ansiedade. Mas, cuidado para não se tornar repetitivo, ou aquela pessoa que só reclama. Reflita sobre o que você quer da sua vida profissional. Saber o que espera alcançar em um futuro próximo, aumenta a sensação de controle. Assim, será mais fácil buscar alternativas para chegar lá, caso o atual emprego não seja mais uma opção. Talvez você descubra que a demissão não seria tão ruim para os seus planos profissionais.

Não leve as críticas para o lado pessoal – As empresas, quando atravessam uma crise, tornam-se bem mais exigente e menos paciente do que o normal, portanto, resiliência é fundamental. A crítica, muitas vezes negativa, tem seu lado bom: o feedback. Talvez esteja querendo que você melhore. Se fosse para demitir, não gastaria tempo tentando aprimorar o seu trabalho.

Envolva-se em novos projetos dentro da empresa – Assim, você vai se sentir mais motivado, sentirá melhorar o humor e também a autoconfiança. Se a sugestão vier do seu chefe, a notícia é ainda melhor: pode ser que ele esteja deslocando você para outra área, para te poupar dos cortes que acontecerão no atual setor.

Invista em qualificação – O seu processo de aprendizado profissional não termina quando você se forma. Ainda que você esteja preocupado em perder a sua renda, este é um bom momento para gastar tempo e um pouco de dinheiro com um estudo que vai abrir novas portas profissionais: seja dentro da mesma empresa ou fora dela.

Controle apenas o que você pode – Encarar os processos necessários para buscar um novo emprego, é importante se você tem a certeza de que será demitido. Comece atualizando o currículo, se cadastrando novamente em sites de vagas e entrando em contato com pessoas próximas, para conversar sobre novos projetos e oportunidades. Assim, se a demissão chegar, não vai te pegar despreparado.

Enxergue o copo meio cheio – Ser demitido, também pode ter seu lado positivo. Faça uma lista de coisas positivas que podem surgir, caso seja demitido. Tornar o cenário menos caótico, ajuda você a ter planos para o próximo passo. Lembre-se que uma demissão, por mais difícil que seja, pode ser uma maneira de dar um rumo melhor à sua carreira.

Mantenha-se sempre confiante!

Fonte: UOL



Tags: Dicas

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com